O Guia do Enem: tudo o que você precisa saber sobre o Enem | Enembulando

O Guia do Enem: tudo o que você precisa saber sobre o Enem

A PROVA DO ENEM

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado em 1998 para ser uma avaliação de desempenho dos estudantes de escolas públicas e particulares do Ensino Médio. Em 2009, o Enem passou também a ter outra função: tornou-se também uma prova de avaliação que seleciona estudantes de todo o país para instituições federais de ensino superior e para programas do governo federal, como o Sisu, Prouni e Fies.

Milhares de questões são criadas por professores, e uma vez testadas, elas vão para o banco de dados do MEC. É desse banco que são selecionadas as 108 questões que irão para o Enem, sendo 25% consideradas fáceis (ou seja aquelas com alto índice de acerto no pré-teste), 25% difíceis, e 50% com grau médio de dificuldade.

O Enem fornece 5 notas, uma para cada área de conhecimento e uma nota para a redação.O modelo utilizado pelo Enem para calcular a nota final do enembulando se baseia na Teoria da Resposta ao Item (TRI), que classifica as questões do exame em níveis de dificuldade. Cada questão é classificada em fácil, médio e difícil e recebe um peso em relação a esta classificação, portanto, se duas pessoas acertarem a mesma quantidade de questões, porém questões diferentes, terão portanto notas diferentes. E não é só isso, a média também leva em consideração a consistência das respostas. Um enembulando que erra as questões consideradas fáceis não seria capaz de acertar as difíceis, certo? O TRI é uma medida utilizada para que  não aconteça de um candidato que chutar toda a prova obter boa nota no Enem. Justo não?

Se você quer uma vaga em uma universidade federal, fazer o Enem é prioridade zero. Mais de 1000 instituições federais já adotaram o Enem como principal processo seletivo contabilizando mais de 250 mil vagas que são ofertadas todo ano no SISU. No ProUni, programa federal de bolsas de estudos, só no primeiro semestre de 2017 foram ofertadas 214 mil bolsas. E também não pode se esquecer do Fies, que você pode utilizar sua nota de Enem para concorrer ao financiamento do governo. Desde 2009, o Enem vem se consolidando como a principal prova do Brasil. Só em 2016 teve mais de 8.6 milhões de candidatos inscritos na prova. Você sabia que o Enem é a segunda maior prova do mundo? Só perde para o NCEE, que é o exame de admissão chines.

COMO SE PREPARAR PARA O ENEM

Como qualquer prova, não tem outro recurso, é preciso estudar e muito. Elaborar um plano de estudos te ajudará a organizar os estudos. Treinar também é fundamental, realizando simulados e conhecendo mais a prova. Não só estudar tudo que vê pela frente, é preciso também saber o que estudar, e o que priorizar também. Em matemática por exemplo, números complexos não cai no Enem.

O conteúdo da prova do Enem baseia-se no currículo previsto para o Ensino Médio das escolas brasileiras. Desenvolvida pelo MEC, o Enem é fundamentado em cinco competências básicas que são cobradas nas 4 provas e na redação. Quando o 'novo Enem' foi criado pelo MEC, foi divulgado a matriz de referência da prova, que especifica os conteúdos de matérias que podem cair no exame.

Desde 2009 quando o Enem foi reformulado já são 10 anos de prova o que totaliza mais de 5 mil questões do Enem, contando segundas aplicações e as provas para os privados de liberdade. Analizando as questões é possível saber quais são os temas que mais são cobrados no Enem.

O Enem valoriza muito a interpretação de textos, portanto, ler muito também é um diferencial. A interdisciplinaridade, ou seja, a capacidade de relacionar conhecimento de diferentes matérias, também é uma característica marcante da prova. Neste post explicamos tudinho sobre como estudar para conseguir um bom rendimento no Enem.

Planejamento é tudo. Separe o que vai estudar, monte um cronograma, estabeleça objetivos e metas. Neste post explicamos como montar um plano de estudos que se adeque a sua rotina diária.

A redação do Enem é corrigida por professores de todo o país que vão avalia-la em 5 competências definidas pelo MEC.  O primeiro passo para conseguir tirar nota máxima na redação é entender como a sua redação é avaliada pela banca examinadora. E fizemos uma matéria com todas essas competências explicadinhas.